TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ TPQB - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2009

Tratamento Combinado de Lixiviados de Aterros Sanitários

Autora: Fernanda Barbosa da Silva
Orientadoras: Lídia Yokoyama, Juacyara Carbonelli Campos.

Resumo

Este trabalho teve como objetivo estudar combinação de processos no tratamento de lixiviado do Aterro Metropolitano de Gramacho englobando a remoção da amônia e de substâncias recalcitrantes visando ao aumento da sua biodegradabilidade.

Foram estudadas duas rotas de tratamento: a primeira baseava-se na remoção da amônia seguida pelo ensaio de tratabilidade biológica e a outra rota proposta foi a remoção da amônia, POA e tratamento biológico.

Uma das tecnologias que pode ser empregada na remoção da amônia é a sua precipitação sob a forma de estruvita cuja vantagem está na geração de um produto que pode ser utilizado como fertilizante. Nesta etapa, foram alcançadas remoções de até 90% do nitrogênio amoniacal contido no lixiviado, utilizando-se 75% de excesso estequiométrico de fosfato e 200% de excesso estequiométrico de magnésio. O ensaio de tratabilidade biológica mostrou que não houve remoção significativa de matéria orgânica, quando foi usada a primeira rota de tratamento.

Buscando melhoria nos resultados, a segunda rota foi estudada e a remoção da DQO foi de 49%, não havendo melhora na biodegradabilidade do efluente (DBO/DQO = 0,2 após o POA - Reativo de Fenton). Os resultados obtidos com o Reativo de Fenton mostraram que durante a reação o processo mais atuante era de coagulação e não de oxidação.

Resultados mais satisfatórios foram obtidos no processo de coagulação/floculação com cloreto férrico uma vez que a remoção da DQO atingiu a ordem de 80%, permitindo remoção de grande parte da cor dissolvida na amostra e a relação DBO/DQO aumentou para 0,4. O ensaio de toxicidade mostrou a elevada toxicidade do lixiviado bruto (CL50 2,21%) comparado às amostras após remoção da amônia (CL50 12,5%) e após coagulação (CL50 35,36%) para o organismo Danio rerio no decorrer de 48 horas de exposição.