TPQB TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ TPQB - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Atenção: O período em que os Candidatos aprovados para o Mestrado (Acadêmico ou Profissional) deverão acessar a Intranet do TPQB para completar o cadastro vai de 29/08/2017 a 31/08/2017. Só então o acesso será liberado.
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
Atenção: O período em que os Candidatos aprovados para o Mestrado (Acadêmico ou Profissional) deverão acessar a Intranet do TPQB para completar o cadastro vai de 29/08/2017 a 31/08/2017. Só então o acesso será liberado.
This is an example of a HTML caption with a link.
Formulário de Busca
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2011

Análise Composicional, Poder Calorífico Superior e Metodologia de Cálculo de Royalties do Gás Natural produzido no Campo de Rio Urucu no Amazonas.

Autor: Luiz Henrique de Oliveira Bispo.
Orientadores: Maria José de Oliveira C. Guimarães, Peter Rudolf Seidl

Resumo

O petróleo e o gás natural extraídos do subsolo são recursos naturais finitos. Para compensar as gerações futuras com a sua exploração, dentre outros objetivos, foi criado o royalty. A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) é o órgão responsável por estabelecer os preços de referência para o pagamento dos royalties do petróleo e do gás natural no Brasil. Com a vigência da Resolução ANP nº 40/2009, o preço de referência do gás natural passou a ser calculado tendo por base as frações possíveis de serem obtidas no processamento do gás e a sua atualização é em função da variação do poder calorífico superior do gás produzido.

O campo produtor de Rio Urucu, no Amazonas, reinjeta a maior parte do gás produzido após o seu processamento, por não haver mercado consumidor local para o gás e malha de escoamento até os grandes centros consumidores do país. O cálculo do volume produzido, definido em decreto presidencial, prevê o desconto do volume reinjetado no campo do volume produzido.

Neste trabalho foi analisado o modelo de cálculo dos royalties na produção de gás natural aplicado ao campo de Rio Urucu. A partir das análises composicionais realizadas no gás produzido e injetado, foi proposta uma metodologia de cálculo dos royalties para a concessão de Rio Urucu considerando-se as diferentes composições do gás produzido e injetado. O gás produzido possui elevado percentual de frações com três átomos de carbono ou mais (C3+), em média 7%, ao contrário do gás injetado que após o processamento apresenta percentual de frações C3+ abaixo de 1%.

A aplicação da metodologia de cálculo de royalties proposta nesta dissertação para a concessão de Rio Urucu, se mostrou mais próxima do objetivo dos royalties, o de garantir o bem estar das gerações que não possuirão o recurso explorado, uma vez que avaliou qualitativamente o gás natural recebido.