EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
English Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Atenção: Os candidatos selecionados no Processo Seletivo MP 2019/1 devem usar os mesmos CPF e Senha da inscrição no Processo Seletivo. Caso tenha esquecido, peça "Lembrar Senha" na tarja azul clara no topo desta tela. Só precisa preencher a opção Registro de Matrícula, subopções Dados Pessoais, Contato e Documentação
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Offshore Processing of CO2 Rich Natural Gas with Supersonic Separator
  23. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  24. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  25. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  26. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  27. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  28. Potencialidades do Cajueiro
  29. Processos Inorgânicos
  30. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  31. Reúso de Água em Processos Químicos
  32. Setores da Indústria Química Orgânica
  33. Technology Roadmap
  34. Tecnologia do Hidrogênio
  35. Tecnologia Enzimática
  36. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  37. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  38. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2009

Química Verde: A Indústria Química e seus Impactos na Indústria de Construção

Autora: Sílvia Laureano Meirelles
Orientadora: Suzana Borschiver.

Resumo

Em decorrência do grave contexto ambiental, como o Aquecimento Global causado pela atividade humana, as empresas têm sido pressionadas a mudarem seus hábitos convencionais de produção e de desenvolvimento de produtos. Desde aproximadamente a década de 1990, a Indústria Química tem procurado adotar uma postura de redução, prevenção ou eliminação das causas dos impactos ambientais que tem gerado. Uma ferramenta poderosa para auxiliar esta filosofia tem sido a Química Verde. Da mesma forma, a Indústria da Construção também está passando por esta transição.

Pioneiramente, países desenvolvidos, como os EUA, criaram sistemas de avaliação ambiental das construções, através de um selo de certificação - LEED, Leadership in Energy and Environmental Design. O Brasil vem adaptando à nossa realidade desde 2007, a metodologia americana de certificação, a qual recebeu o nome de LEED Brasil.

A fim de avaliar a tendência do uso dos Princípios da Química Verde no Brasil, o presente estudo baseou-se nos dados obtidos pelo importante programa de premiação de inovações "verdes" americano da Environmental Protection Agency (EPA) intitulado por Presidential Green Chemistry Challenge (PGCC) e posteriormente realizou um cruzamento dos dados obtidos com suas aplicações na Indústria Química Brasileira.

Enfim, o estudo objetiva:

  1. Avaliar a tendência da Química Verde em um país desenvolvido (EUA) e compará-la com o desempenho brasileiro e
  2. Verificar se o Brasil vem inserindo este conceito para desenvolver produtos ecologicamente corretos para a Indústria da Construção.

Com os dados da pesquisa foi possível observar que o Brasil, apesar de recentemente, vem aplicando os Princípios da Química Verde em suas Indústrias. Além disso, as inovações "verdes" destinadas para a Construção, de ambas as nações, estão focadas em polímeros "verdes" (plásticos, poliuretanos, adesivos etc.) e tintas ecologicamente corretas.