TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ TPQB - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2012

Identificação de Oportunidades para a Produção de Produtos Químicos a partir de Rotas Sucroquímicas e Alcoolquímicas.

Autora: Juliana Ferreira de Freitas.
Orientadora: Suzana Borschiver.

Resumo

No Brasil, observa-se que numerosas iniciativas têm sido lançadas para adequar o país aos novos paradigmas da economia sustentável, baseada nas oportunidades que as matérias-primas renováveis oferecem.

A alta produtividade da cana-de-açúcar no cenário brasileiro torna esta, entre as matérias-primas disponíveis, a mais promissora. Todavia esta matéria-prima tem sido utilizada até agora, em grande parte, como fonte de etanol e na produção de energia a partir do bagaço. Entretanto, outras alternativas de bioprodutos a partir da cana têm surgido, reforçando o seu potencial na indústria baseada em biomassa.

A presente dissertação teve como objetivo identificar oportunidades de produção de produtos químicos a partir de matéria-prima renovável, considerando as árvores sucroquímica e alcoolquímica e visando minimizar o estado deficitário da Balança Comercial da indústria química brasileira.

Foi realizado um levantamento das importações em 2010 dos itens pertencentes ao âmbito da Indústria Química. Neste sentido, tomando como base os produtos de maior importação em valor e pertencentes às árvores sucroquímica e/ou alcoolquímica, foram selecionados os ácidos acético, acrílico, cítrico e o butanol para análise aprofundada segundo alguns parâmetros mercadológicos e tecnológicos. Estes produtos são estratégicos, pois são commodities químicas com diversas aplicações industriais e tecnologias maduras (ácido acético, ácido cítrico e butanol) ou em desenvolvimento (ácido acrílico) de produção via rotas renováveis.

Após a análise, conclui-se como real oportunidade de investimento a produção de ácido cítrico voltado à exportação. O mercado crescente aliado a uma rota sucroquímica consolidada, corroboram para a indicação deste produto.