TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ TPQB - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!

Teses de Doutorado Defendidas: 2010

Síntese, Caracterização de Copolímeros Anfifílicos e de Microencapsulados Biodegradáveis de L.L-Lactídeo e Glicol Etilênico.

Autora: Aline Damico de Azevedo
Orientadoras: Cheila Gonçalves Mothé, Shu Hui Wang.

Resumo

Copolímeros anfifílicos, à base de segmentos hidrofóbicos de poli(l,l-lactídeo) (PLLA) e de segmentos hidrofílicos de poli(glicol etilênico) (PEG), foram sintetizados por polimerização em massa usando o catalisador 2-etil hexanoato de estanho. Estes copolímeros foram utilizados como matriz para a preparação de microesferas de tetraciclina encapsuladas pelo método de dupla emulsão com evaporação do solvente. A morfologia dos materiais foi caracterizada por Microscopia Eletrônica de Varredura (SEM) e Microscopia Óptica (OM). Suas composições e propriedades térmicas foram avaliadas por Infravermelho com Transformada de Fourier método de Refletância Total Atenuada (FTIR-ATR), Ressonância Magnética Nuclear (NMR) e Análise Térmica (TG / DTG, DTA e DSC).

SEM e OM mostraram o predomínio da forma esférica, no entanto, foi possível distinguir três padrões: superfície rugosa ou lisa ou com colapsos (rupturas). A presença das absorções características de cada homopolímero nos espectros de NMR e FTIR indicou a presença dos segmentos PEG e PLLA, sugere a ligação covalente entre eles e apresentaram estabilidade térmica e a integridade estrutural do copolímero PLLA-PEG-PLLA nas microesferas com a tetraciclina encapsulada. Por Análise Térmica foi possível ver a influência da tetraciclina nas temperaturas de transição vítrea (Tg), de cristalização (Tc) e de fusão (Tm) dos copolímeros de PLLA-PEG-PLLA (DSC), enquanto os resultados por TG indicaram que as microesferas mantiveram o perfil de decomposição térmica similar aos seus copolímeros de origem.