TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ TPQB - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!

Teses de Doutorado Defendidas: 2009

Perspectivas de Reestruturação das Indústrias da Química e da Energia: A via metanol.

Autor: Ernesto Pires de Lima Neto.
Orientadores: José Vitor Bomtempo Martins e Edmar Luiz Fagundes de Almeida.

Resumo

Esta tese apresenta um estudo que testa a viabilidade de amenizar as incertezas atualmente presentes nas indústrias da química e da energia, através de um sistema tecnológico que possua o metanol como elemento reestruturante. Esse estudo se justifica devido ao atual ambiente socioeconômico apresentar inúmeras incertezas em aspectos determinantes para a previsão da evolução dessas indústrias.

É muito difícil apontar qual matéria-prima ou combustível será predominante no futuro. Tais incertezas podem ser amenizadas através de um sistema tecnológico que contenha grande flexibilidade e que seja capaz de acomodar as possíveis mudanças futuras. Nesse estudo parte-se da hipótese de que esse sistema tecnológico poderia ser composto pelo metanol, por suas matérias-primas e por suas aplicações.

O metanol funciona como um gateway ou ponto focal, para onde convergem as matérias-primas (todas as fontes carbônicas fósseis e renováveis) e divergem as diversas aplicações nas indústrias da química e da energia.

O estudo identifica as tecnologias componentes do sistema tecnológico. Utilizando uma análise qualitativa através do critério de pontos, a flexibilidade do sistema é analisada em seus três elementos estruturais: as matérias primas, a produção de metanol e as aplicações.

A análise evidencia a flexibilidade presente em matérias-primas e aplicações. Isso sugere que o sistema centrado no metanol pode funcionar de forma segura em termos de suprimento de matérias primas e de mercado final para o metanol.

No que se refere à produção de metanol, verifica-se uma capacidade peculiar de adaptação das tecnologias disponíveis que abrem a possibilidade de uso de diferentes escalas. Isso se traduz numa capacidade de adaptação aos mercados de grande volume (megaplantas) e aos mercados de nicho (plantas adaptadas às condições particulares de oferta de matéria prima e de consumo do metanol).

A tese conclui que o sistema baseado no metanol como gateway tem condições de responder aos desafios atuais das indústrias de química e de energia e poderia ser uma opção para reestruturar essas indústrias.