EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
English Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Atenção: Os candidatos selecionados no Processo Seletivo MP 2019/1 devem usar os mesmos CPF e Senha da inscrição no Processo Seletivo. Caso tenha esquecido, peça "Lembrar Senha" na tarja azul clara no topo desta tela. Só precisa preencher a opção Registro de Matrícula, subopções Dados Pessoais, Contato e Documentação
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Offshore Processing of CO2 Rich Natural Gas with Supersonic Separator
  23. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  24. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  25. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  26. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  27. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  28. Potencialidades do Cajueiro
  29. Processos Inorgânicos
  30. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  31. Reúso de Água em Processos Químicos
  32. Setores da Indústria Química Orgânica
  33. Technology Roadmap
  34. Tecnologia do Hidrogênio
  35. Tecnologia Enzimática
  36. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  37. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  38. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Teses de Doutorado Defendidas: 2010

Produção e Caracterização de Hidroxiapatita com Atividade Antimicrobiana.

Autor: Carlos Alberto Soriano de Souza
Orientadores: Maria Helena Miguez da Rocha Leão, Alexandra Malta Rossi

Resumo

A hidroxiapatita - Ca10 (PO4)6 (OH)2, - tem sido cada vez mais utilizada em aplicações na Medicina e Odontologia como veículo para liberação controlada de medicamentos e moléculas. Clorexidina - C22H30Cl2N10 é um antisséptico catiônico de ampla utilização nos últimos 50 anos. Isso se deve ao seu largo espectro de ação contra bactérias Gram-positivas e negativas, como também fungos patogênicos da cavidade oral. A interação de seus grupamentos positivos com a camada fosfolipídica da membrana citoplasmática dos microrganismos, com carga negativa, provoca desde a perda do controle osmótico e interferência nos processos metabólicos como a respiração e a biossíntese (ação bacteriostática), até a solubilização da membrana resultando na liberação dos componentes intracelulares (ação bactericida).

O objetivo principal deste trabalho foi desenvolver um biomaterial constituído de hidroxiapatita associado à clorexidina que acrescente à biocerâmica, com comprovadas propriedades osteocondutoras, uma ação antimicrobiana de amplo espectro, visando à aplicação no tratamento de infecções orais. Foram desenvolvidos estudos sobre a associação hidroxiapatita-clorexidina e feitas caracterizações físico-químicas e morfológicas (DRX, FTIR, MEV e UV-Vis). Ensaios microbiológicos, de citotoxicidade, biocompatibilidade celular e de bioatividade in vitro foram realizados para avaliação das propriedades do material.

Os resultados demonstraram uma ligação estável entre hidroxiapatita e clorexidina, havendo a formação de aglomerados de clorexidina ligados a superfície da biocerâmica. Para baixas concentrações de clorexidina o processo de adsorção ocorreu segundo a isoterma de Langmuir, enquanto o modelo Langmuir-Freundlich predominou em altas concentrações. A clorexidina presente na hidroxiapatita manteve atividade antimicrobiana sobre as espécies testadas, inibindo o crescimento de Enterococcus faecalis por até 8 dias e a adesão bacteriana de biofilme subgengival, ao mesmo tempo em que apresentou baixos níveis de citotoxicidade. O material hidroxiapatita-clorexidina apresentou bioatividade bastante expressiva, sinalizando para uma influência positiva desta associação nos processos biológicos na interação biomaterial/tecido. Os resultados obtidos sinalizam para a realização de testes in vivo e a aplicação do material obtido em estudos pré-clínicos.