EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
English Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação - Fundamentos e Aplicações
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Hidrogênio e Células a Combustível
  17. Inovação - O Combustível do Futuro
  18. Integração Refino-Petroquímica - Tendências e Impactos
  19. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  20. Microbiologia Industrial - vol. 1: Bioprocessos
  21. Microbiologia Industrial - vol. 2: Alimentos
  22. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  23. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  24. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo - Aplicações em MatLab
  25. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing - From Fundamentals to Exergy Analysis
  26. Offshore Processing of CO2-Rich Natural Gas with Supersonic Separator - Multiphase Sound Speed, CO2 Freeze-Out and HYSYS Implementation
  27. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  28. Oportunidades em Medicamentos Genéricos - A Indústria Farmacêutica Brasileira
  29. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural no Brasil e no Mundo
  30. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  31. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  32. Potencialidades do Cajueiro - Caracterização Tecnológica e Aplicação
  33. Processos Inorgânicos
  34. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  35. Reúso de Água em Processos Químicos - Modelo Integrado para Gerenciamento Sustentável
  36. Setores da Indústria Química Orgânica
  37. Sustainable Catalysis for Biorefineries
  38. Technology Roadmap
  39. Tecnologia do Hidrogênio
  40. Tecnologia Enzimática
  41. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  42. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  43. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Teses de Doutorado Defendidas: 2010

Etiologia das Anormalidades Operacionais na Indústria: Um modelo para Aprendizagem.

Autor: Salvador Ávila Filho.
Orientadores: Fernando Luiz Pellegrini Pessoa, José Célio Silveira Andrade.

Resumo

A globalização é um movimento político-econômico que impulsiona as empresas e em particular o setor industrial na busca por maior competitividade e excelência operacional. No segmento da Indústria Química, a tecnologia tem como desafio atingir custos operacionais reduzidos com o uso das melhores práticas, minimizando assim, as perdas de processo.

O diferencial desta metodologia é a definição de cenários futuros da produção com aspectos quanto à oscilação do comportamento humano e da organização durante o planejamento e a execução da tarefa. O objetivo deste modelo é provar a possibilidade de estabilizar processos, incrementar confiabilidade humana e ajustar competências através de novos conceitos sobre a dinâmica da falha com as respectivas técnicas e procedimentos.

A função objetivo é o aumento do lucro bruto adicionado à melhor imagem da empresa, atingindo êxito quando se instalam modos de controles (discreto ou automático) que possibilite ajustar os ambientes, as pessoas e as tecnologias inseridas na tarefa.

As etapas de implantação da metodologia são:

Para demonstrar a viabilidade desta tarefa foram discutidos os ganhos reais da metodologia em três indústrias químicas e aplicadas técnicas e procedimentos em indústria de processamento de GLP. As conclusões parciais permitem formatar os programas gerenciais e preparar ferramenta para simulação da falha na tarefa. Esta ferramenta é construída seguindo a preparação de:

O êxito desta metodologia é comprovado pelo incremento da motivação da equipe, pelos ganhos de estabilização de processos nas indústrias químicas, pela análise através de dinâmicas quanto aos principais riscos de processo na planta de GLP, pela concordância dos líderes nos programas propostos, e pelo exercício do modelo matemático através de dados reais da planta de gases.


Apoio Institucional e Financeiro

O EPQB agradece o apoio recebido da CAPES
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior