TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ TPQB - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2008

Desenvolvimento Tecnológico Orientado ao Mercado: Um Estudo da Cadeia Produtiva do Ácido Acrílico.

Autor: Fábio de Oliveira Bello.
Orientadores: Adelaide Maria de Souza Antunes, Rodrigo Pio Borges Menezes.

Resumo

A presente dissertação tem como objetivo avaliar a oportunidade de produção do ácido acrílico e seus derivados no Brasil, levando-se em conta a dificuldade de licenciamento da tecnologia no mercado mundial. Os detentores da tecnologia são também grandes produtores de ácido acrílico e derivados e tendem a restringir o licenciamento de suas tecnologias, dificultando a entrada de novos competidores em seus mercados.

A maioria das novas plantas é direcionada a mercados com grande potencial de crescimento, China e Índia. Sem sucesso, a Petrobras, desde 2000, tem buscado parceria com detentores da tecnologia para construção de um complexo de produção de ácido acrílico, acrilatos e polímero superabsorvente (SAP) no Brasil.

Neste sentido, são discutidas as alternativas brasileiras, apresentando-se uma visão geral do mercado de tecnologia na indústria química e os principais processos de obtenção desta. É descrita a implantação da indústria petroquímica nacional, baseada em aquisição de tecnologia exógena e no caso específico do mercado de ácido acrílico e seus derivados são analisadas as principais aplicações, as capacidades instaladas, e as dinâmicas de preços e de demanda.

Também são abordadas as tecnologias necessárias para a implantação deste complexo, segmentadas em blocos, com a indicação dos principais fatores críticos. Observa-se que o sistema de oxidação do propeno e o reator de polimerização são os blocos com complexidade mais elevada.

Por fim, são levantadas as alternativas disponíveis para atuação brasileira neste mercado:

  1. manutenção das importações para atender o mercado interno;
  2. manter a política de aquisição de tecnologia externa - licenciamento ou parceria com o licenciador;
  3. desenvolver a tecnologia internamente, seja a atual rota ou a partir de matérias-primas alternativas, como a glicerina e a glicose.