TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ TPQB - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2010

Estudo Preliminar de Método de Análise para Detecção de Streptococcus Agalactiae em Amostras de Leite Contaminado para futura Aplicação em um Biossensor.

Autora: Ana Caroline Nunes Botelho
Orientadores: Andréa Medeiros Salgado, Sérgio Eduardo Longo Fracalanzza

Resumo

A mastite bovina consiste na inflamação da glândula mamária devido a uma injúria que pode ter diversas origens. A inflamação pode ser causada por agentes infecciosos, agentes físicos, ou irritantes químicos. As alterações no leite, como floculação e formação de coágulos são mais frequentes.

O agro-negócio do leite representa papel importante na economia do país. Vários microrganismos podem causar mastite bovina, entre eles os Streptococcus agalactiae. A metodologia padrão de detecção desse microrganismo dura cerca de 36 horas. S. agalactiae produz uma enzima chamada hipuricase, que quando reage com seu substrato (hipurato de sódio) observa-se a produção de ácido benzóico e glicina. O ácido benzóico é inibidor da enzima tirosinase. O sistema de transdução utilizado neste trabalho foi o eletrodo de oxigênio.

Portanto, o objetivo deste trabalho foi desenvolver preliminarmente um sistema para detecção de microrganismo diretamente do leite. A enzima utilizada neste trabalho foi extraída do cogumelo Agaricus bisporus. A presença de atividade enzimática da tirosina no leite foi evidenciada, sendo o melhor tempo de estabilização do eletrodo de 3 minutos, após 5 minutos de saturação de oxigênio e melhor concentração de L-tirosina foi de 144,95g/L e melhor concentração enzimática foi de 400U. Nestas condições, a concentração mínima detectada no sistema foi de 12,212 g/L, pelo processo de inibição competitiva.