TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ TPQB - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2012

Uso de Carvão Ativado em Pó no Tratamento Biológico de Lixiviado de Aterro de Resíduos.

Autora: Letícia Sobral Maia.
Orientadora: Juacyara Carbonelli Campos.

Resumo

Esse trabalho teve por objetivo avaliar a introdução de carvão ativado em pó no processo de lodos ativados no tratamento de lixiviado de aterro sanitário. O trabalho foi constituído de várias etapas, dentre elas estão:

Nesta última etapa foram realizados dez ensaios de biotratabilidade onde foram testadas diferentes condições operacionais para avaliar o tempo de retenção hidráulica (TRH), reposição de carvão (Xci), idade do lodo (IL) e concentrações do carvão escolhido (Xca).

Dentre os três carvões testados, foram escolhidas duas marcas (Carbomafra e Norit) de diferentes matérias-primas e fabricações, que apresentaram maior remoção de compostos recalcitrantes durante os ensaios de isotermas de adsorção. Esses dois carvões foram utilizados nos ensaios em batelada, nas concentrações de 3, 5 e 10 g/L, que mostraram que o CAP da marca Norit apresentou maiores níveis de remoção de matéria orgânica.

Dentre os dez ensaios de biotratabilidade realizados, as condições que apresentaram melhores resultados foram:

TRH=48h, Xci=83,5mg/L, IL=120dias, Xca=5g/L, utilizando lodo ativado combinado com CAP Norit, resultando na eficiência de 74% de remoção de COT, 65% de DQO, 77% da Absorvância a 254 nm e 79% do nitrogênio amoniacal do lixiviado do Aterro de Gericinó.

Além disso, o sistema com lodo e carvão apresentou maior estabilidade de operação quando comparado com o reator de lodo ativado.