EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
English Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Atenção: Os candidatos selecionados no Processo Seletivo MP 2019/1 devem usar os mesmos CPF e Senha da inscrição no Processo Seletivo. Caso tenha esquecido, peça "Lembrar Senha" na tarja azul clara no topo desta tela. Só precisa preencher a opção Registro de Matrícula, subopções Dados Pessoais, Contato e Documentação
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Offshore Processing of CO2 Rich Natural Gas with Supersonic Separator
  23. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  24. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  25. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  26. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  27. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  28. Potencialidades do Cajueiro
  29. Processos Inorgânicos
  30. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  31. Reúso de Água em Processos Químicos
  32. Setores da Indústria Química Orgânica
  33. Technology Roadmap
  34. Tecnologia do Hidrogênio
  35. Tecnologia Enzimática
  36. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  37. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  38. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2011

Avaliação da Biossolubilização de Potássio a partir de Agrominerais empregando Fungos Filamentosos.

Autora: Luana de Oliveira Barbosa.
Orientadora: Selma Gomes Ferreira Leite.

Resumo

O território brasileiro é constituído, em sua maior parte, por solos pobres em nutrientes, como o potássio (K). Para manter a atividade agrícola brasileira é necessária a utilização e importação de elevadas quantidades de fertilizantes. Tal situação tende a agravar o déficit da balança comercial brasileira. Por isso, rochas contendo quantidades razoáveis de flogopita ou biotita podem constituir fontes alternativas de potássio para uso agrícola.

Neste trabalho, foram isolados e identificados fungos filamentosos provenientes da rizosfera de girassol, os quais foram testados quanto a capacidade de biossolubilização de potássio usando como fonte dois tipos de pó de rochas: glauconito e flogopitito. Foram isolados 10 microrganismos, sendo 5 identificados como fungos filamentosos e 5 como leveduras, dentre os 5 fungos filamentosos dois eram pertencentes ao gênero Aspergillus, dois ao gênero Fusarium e um ao gênero Mucor. Também foi realizada lixiviação química do flogopitito em solução Mehlich-1 para comparação com a lixiviação biológica.

Os resultados foram obtidos pelas metodologias de fotometria de chama e absorção atômica. O melhor resultado foi obtido pela metodologia de fotometria de chama após 14 dias (272,6 mg/L), representando 3,65% de K extraído. Durante a lixiviação biológica os isolados foram avaliados em meio de cultura GEL liquido, sem extrato de levedura, suplementado com os dois tipos de pós de rocha. Após 14 dias de incubação, o teor de K foi determinado a partir de alíquotas do meio de cultura através da metodologia de fotometria de chama. Todos os isolados apresentaram bom desempenho na extração de K a partir de glauconito, sendo o isolado GC4A2 (Fusarium sp.) eficiente na biossolubilização dos dois tipos de rochas.

O potencial dos microrganismos em disponibilizar nutrientes para as plantas a partir dessas fontes, foram avaliados através de novos cultivos de girassol em vasos. A liberação de K variou de acordo com o microrganismo e o tipo de rocha. Os isolados apresentaram potencial para serem utilizados na inoculação de plantas visando à solubilização de K, a partir do flogopito e glauconito. A inoculação de microrganismos solubilizadores de nutrientes tem potencial como insumo biológico para favorecer a produção agrícola e deve ser alvo de novos estudos visando o desenvolvimento de novas tecnologias que resultem na diminuição de insumos químicos na agricultura.