EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Atenção: Os Candidatos aprovados para as turmas 2018/1 tanto de Mestrado quanto de Doutorado, que ainda não completaram seus dados, devem acessar a Intranet do EPQB para completar o cadastro, no período de 10/01/2018 a 17/01/2018. Só precisa preencher a opção Registro de Matrícula, subopções Dados Pessoais, Contato e Documentação.
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
This is an example of a HTML caption with a link.
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  23. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  24. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  25. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  26. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  27. Potencialidades do Cajueiro
  28. Processos Inorgânicos
  29. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  30. Reúso de Água em Processos Químicos
  31. Setores da Indústria Química Orgânica
  32. Technology Roadmap
  33. Tecnologia do Hidrogênio
  34. Tecnologia Enzimática
  35. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  36. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  37. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2009

Biodegradação de Resíduo proveniente da Indústria do Biodiesel por Pichia guilliermondii

Autor(a): Jamille Ribeiro Coelho de Lima
Orientadoras: Francisca Pessoa de França e Selma Gomes Ferreira Leite.

Resumo

A busca por combustíveis alternativos foi motivada pelas previsões de reservas de petróleo no mundo, bem como seu alto valor comercial. Como resultado deste prognóstico, diversas pesquisas desenvolveram novos combustíveis, comercialmente atrativos, entre eles, o biodiesel.

Compostos não derivados de petróleo devem ser considerados como alternativas em potencial quando exibem algumas características, tais como, competitividade, compatibilidade com motores e serem ambientalmente corretos.

A partir de matérias-primas simples como óleos comestíveis e não-comestíveis, o biodiesel é produzido através do processo de transesterificação, gerando glicerol como principal resíduo de valor agregado. Dada sua natureza biodegradável, o glicerol pode ser assimilado por diversos microrganismos, sendo a Pichia guilliermondii uma levedura capaz de usar o glicerol proveniente da indústria do biodiesel como substrato no seu metabolismo.

Foi realizado um estudo de biodegradação do glicerol a partir de um planejamento experimental 33. Foram confeccionados sistemas contendo meio mineral M1, contendo glicerol como única fonte de carbono e energia nas concentrações de 20, 40 e 60 g/L, pH 5, 6 e 7 e incubação sob agitação à 25, 30 e 45°C durante 7 dias. A melhor condição de biodegradação de glicerol, 84,4% se deu utilizando 20 g/L do substrato e pH 7 à 30°C.

Um estudo de biodegradação do glicerol bruto foi conduzido sob a melhor condição estabelecida no planejamento experimental, obtendo-se uma utilização de 80,0% de glicerol bruto pela Pichia guilliermondii, com aumento de 98,5% de biomassa. O rendimento (Yx/s) do bioprocesso foi de 1,2 g de células. g de substrato-1, sendo a velocidade de consumo do glicerol e o coeficiente de consumo de glicerol no bioprocesso, 0,05 gL-1h-1 e 0,01 mol.g-1, respectivamente. Os resultados observados indicaram a possível aplicação da levedura no aproveitamento biotecnológico de resíduos da indústria do biodiesel.