EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Atenção: Os Candidatos aprovados para as turmas 2018/1 tanto de Mestrado quanto de Doutorado, que ainda não completaram seus dados, devem acessar a Intranet do EPQB para completar o cadastro, no período de 10/01/2018 a 17/01/2018. Só precisa preencher a opção Registro de Matrícula, subopções Dados Pessoais, Contato e Documentação.
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
This is an example of a HTML caption with a link.
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  23. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  24. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  25. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  26. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  27. Potencialidades do Cajueiro
  28. Processos Inorgânicos
  29. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  30. Reúso de Água em Processos Químicos
  31. Setores da Indústria Química Orgânica
  32. Technology Roadmap
  33. Tecnologia do Hidrogênio
  34. Tecnologia Enzimática
  35. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  36. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  37. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2011

Produção, Caracterização Parcial e Aplicação de β-Glucosidases de Aspergillus niger.

Autor: Diogo Simas Bernardes Dias.
Orientador: Nei Pereira Jr.

Resumo

O alto custo das enzimas apresenta-se como um gargalo tecnológico para a produção de bioetanol a partir de materiais lignocelulósicos, denominado de bioetanol de segunda geração, sendo necessário o desenvolvimento de estudos para a produção de celulases.

Estas enzimas, também produzidas por fungos filamentosos, consistem de um complexo enzimático constituído por três grupos principais envolvidos nos processos de hidrólise: endoglucanases, exoglucanases e β-glucosidases. Visando à redução dos custos, tecnologias mais eficientes para a sacarificação podem ser desenvolvidas, através do emprego de "coquetéis enzimáticos" que apresentem alto sinergismo entre os principais grupos enzimáticos constituintes.

O presente trabalho teve como objetivo o desenvolvimento de um bioprocesso para a produção, caracterização parcial e aplicação de β-glucosidases de Aspergillus niger. Foi desenvolvido um preparado enzimático, denominado de LADEBIO-AN, que teve seu desempenho avaliado de forma consorciada com preparados comerciais.

Inicialmente, foi realizada uma seleção de linhagens produtoras tendo sido apontada Aspergillus niger ATCC 1004 como a de maior potencial para a produção de β-glucosidases em celulignina de bagaço de cana parcialmente deslignificada (CPD).

O uso de técnicas de planejamento experimental sequencial conduziu a um aumento na produção enzimática de 1.480 para 4.750 U/L, com a redução de seis componentes do meio de produção. O meio otimizado apresentou a seguinte composição: Tween-80 (7 mL/L), extrato de levedura (10 g/L), CPD (7,5 g/L), (NH4)2SO4 (4 g/L) e KH2PO4 (3 g/L).

Na sequência, o processo foi avaliado em escala de biorreator instrumentado, apresentando o melhor resultado, operado em pH 4,0, 30% de oxigênio dissolvido e volume útil de 3L. A maior produção de atividade β-glucosidásica foi de 4.880U/L, com a redução de 36 horas de processo.

O meio fermentado sem células foi concentrado em membranas de fibra oca, apresentando um valor de atividade de 49.330 U/L. O preparado enzimático concentrado mostrou-se estável a 4° (temperatura de estocagem) e 37°C (temperatura utilizada no processo de sacarificação e fermentação simultâneas). Por outro lado, os maiores valores de atividade enzimática foram alcançados em faixas de temperatura entre 47 e 52,7° e de pH entre 3,6 e 5,2. As massas moleculares das β-glucosidases produzidas foram estimadas em 167,9 e 119,0 KDa, através de zimograma e SDS-PAGE.

Finalmente, foi verificado que os melhores rendimentos de hidrólise enzimática foram de, aproximadamente, 50% para a CPD e 30% para a celulose microcristalina, ambos com a adição do preparado LADEBIO-AN, valores superiores aos atingido pelos preparados comerciais.

O preparado enzimático desenvolvido no presente trabalho de pesquisa apresenta grande potencial para a tecnologia de produção de bioetanol de segunda geração.