EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
English Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Atenção: Os candidatos selecionados no Processo Seletivo MP 2019/1 devem usar os mesmos CPF e Senha da inscrição no Processo Seletivo. Caso tenha esquecido, peça "Lembrar Senha" na tarja azul clara no topo desta tela. Só precisa preencher a opção Registro de Matrícula, subopções Dados Pessoais, Contato e Documentação
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Offshore Processing of CO2 Rich Natural Gas with Supersonic Separator
  23. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  24. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  25. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  26. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  27. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  28. Potencialidades do Cajueiro
  29. Processos Inorgânicos
  30. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  31. Reúso de Água em Processos Químicos
  32. Setores da Indústria Química Orgânica
  33. Technology Roadmap
  34. Tecnologia do Hidrogênio
  35. Tecnologia Enzimática
  36. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  37. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  38. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2008

Análise do Escoamento Compressível de Gás Natural em espaços anulares para a elevação de Petróleo.

Autor: Diego Alvim Gomez.
Orientadores: Márcio Nele de Souza e Ricardo de Andrade Medronho.

Resumo

Este estudo descreve o comportamento do escoamento de gás natural compressível em espaços anulares, que ocorrem num sistema de bombeio pneumático para elevação de petróleo conhecido como BPZ. Esse sistema é baseado no método de gas-lift intermitente e geralmente é usado em poços maduros, com altas profundidades, e em reservatórios com baixas pressões.

O BPZ opera com períodos de injeção de gás a alta pressão. A principal região de enchimento de gás ocorre no espaço anular formado pelas colunas externas e de produção do sistema. Nesse espaço, o gás começa com uma pressão inicial que cresce até que o valor necessário para o transporte de óleo seja alcançado. Após o encerramento do processo de elevação, a pressão retorna para a mesma condição inicial.

Durante esse processo, as conexões dos diferentes tubos pelas luvas de sustentação atuam como obstáculos que restringem a passagem de gás, promovendo variações de pressão no escoamento e aumentando o tempo de enchimento. A fluidodinâmica computacional (CFD) foi usada para avaliar a influência das perdas de pressão na taxa do escoamento através de um pequeno, mas representativo comprimento da tubulação contendo a luva. Simulações de oito variações de geometria da luva e de um caso sem a presença dessa conexão foram realizadas.

Foi verificado que as maiores influências para as variações de pressão foram a presença de luvas e o tamanho das seções de escoamento. Além disso, baseada nos resultados de CFD, foi obtida uma correlação entre as diferenças de pressão (PD) e a velocidade de saída (V).

Um modelo de escoamento global foi elaborado para verificar esse comportamento para todo o sistema de injeção. Nesse modelo, a tubulação foi dividida em seções contento um trecho reto de tubulação seguido por uma seção contendo a luva. Uma relação entre PD e V, obtida da literatura, foi usada para estimar os cálculos de perda de pressão no trecho reto de tubulação, e as correlações obtidas de CFD para o mesmo propósito nas seções de tubulação contendo a luva.

Os casos simulados por esse modelo quantificaram a grande influência das luvas no tempo de enchimento do sistema. Simulações sem a presença de luvas mostraram um tempo de pressurização 25% mais rápido que o sistema original com a presença desses acessórios. Acredita-se que a opção por construir sistemas sem essas conexões pode aumentar de modo significativo a produção diária de óleo em poços.