EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
English Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Atenção: Os candidatos selecionados no Processo Seletivo MP 2019/1 devem usar os mesmos CPF e Senha da inscrição no Processo Seletivo. Caso tenha esquecido, peça "Lembrar Senha" na tarja azul clara no topo desta tela. Só precisa preencher a opção Registro de Matrícula, subopções Dados Pessoais, Contato e Documentação
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Offshore Processing of CO2 Rich Natural Gas with Supersonic Separator
  23. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  24. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  25. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  26. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  27. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  28. Potencialidades do Cajueiro
  29. Processos Inorgânicos
  30. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  31. Reúso de Água em Processos Químicos
  32. Setores da Indústria Química Orgânica
  33. Technology Roadmap
  34. Tecnologia do Hidrogênio
  35. Tecnologia Enzimática
  36. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  37. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  38. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2011

Avaliação do Comportamento de Amilases na Remoção de Reboco em Poços Off-Shore.

Autora: Nattascha Kyaw.
Orientadoras: Maria Alice Zarur Coelho, Marta Antunes Pereira Langone.

Resumo

Nas perfurações de poços de petróleo, os fluidos de perfuração são utilizados para lubrificar as brocas, retirar os cascalhos, manter a estabilidade do poço e também para formar o reboco. Esta camada de reboco, apesar de necessária, pode impedir significativamente a capacidade de escoamento nas zonas produtoras de poços horizontais, resultando na redução da produtividade dos mesmos. Para aumentar esta produtividade, preparados enzimáticos estão sendo atualmente utilizados para a degradação dos polímeros presentes nos rebocos depositados, em detrimento da utilização de ácidos e de agentes oxidantes.

Os polímeros, tais como o amido, são importantes para fornecer a viscosidade e o controle de filtrado, necessários aos fluidos de perfuração. O amido é amplamente utilizado nos fluidos a base de água; isto ocorre por conta da capacidade deste polímero de diminuir a permeabilidade dos poros reduzindo a invasão do fluido na formação, sendo utilizado como um agente de controle de perda de fluido. Preparados enzimáticos específicos são capazes de catalisar a hidrólise do amido presente no reboco permitindo um melhor escoamento do petróleo. Essas enzimas são adicionadas ao fluido de completação a base de água que em sua maioria contém componentes como cloreto de sódio (NaCl), bissulfito de sódio (NaHSO3) e Ultrawet (éter etoxilado).

Neste trabalho, são estudados quatro preparados amilolíticos comerciais - Liquozyme, Termamyl, Mi-Swaco e GBW. Estes preparados foram caracterizados frente às condições encontradas nos poços da Bacia de Campos (RJ) em termos de temperatura (30, 50, 65, 80 e 95°C), salinidade (204 g/L de NaCl) e diferencial de pressão no poço (100, 500 e 1000 psi). Avaliou-se, através do comportamento cinético apresentado pelos quatro preparados enzimáticos, o componente do fluido de completação que provocou inibição enzimática, sendo estudados os componentes NaCl (204 g/L), NaHSO3 (0,14 g/L) e o Ultrawet (0,3%v/v).

O melhor preparado estudado foi o da Liquozyme, pois apresentou altas atividades nas temperaturas estudadas e a maior atividade residual após oito horas de reação a 95°C, em condições de alta salinidade e pressão. O componente do fluido de completação que provocou maior inibição foi o NaCl, sendo sua inibição provocada pela alta força iônica. Todas as quatro preparações enzimáticas apresentaram perfis cinéticos muito semelhantes nas condições estudadas.