TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ TPQB - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2009

Um Estudo sobre Alternativas de Sequestro de Carbono: Modelos, Métricas e Otimalidade

Autora: Juliana Garcia Moretz-Sohn Monteiro
Orientadores: Ofélia de Queiroz Fernandes Araújo, José Luiz de Medeiros.
Laboratório: H2CIN

Resumo

Esta Dissertação enfoca, de modo comparativo, tanto qualitativa quanto quantitativamente, um conjunto de alternativas para a destinação do CO2, gerado em ampla escala pela Sociedade Industrial.

Claramente, tal questão é complexa, urgente, sujeita a inúmeras considerações locais e aspectos de integração diversos, de dinâmica variável e imprevisível e, por fim, de natureza planetária. Assim sendo, não se aspira a alguma pretensão de completude na análise apresentada, mas sim a avaliar criticamente cada uma das alternativas abordadas, a partir da proposição de modelos e da utilização de métricas que possibilitem tangenciar a idéia de otimalidade.

Avaliam-se as tecnologias de:

Para tanto, são propostas métricas de sustentabilidade e metodologias para a aplicação destas métricas. Cada alternativa é então avaliada através da simulação de casos em ambiente UNISIM DESIGN.

A tecnologia de EOR mostra-se como a única alternativa, atualmente, capaz de associar o sequestro em escala industrial de CO2 à geração de lucros. Do ponto de vista da sustentabilidade, e lembrando que este conceito apóia-se tanto em aspectos econômicos quanto ambientais e sociais, a adoção da recuperação avançada de petróleo é justificada.

O armazenamento geológico de CO2, por outro lado, tem capacidade sequestrante ilimitada, e pode ser adotado como medida emergencial para evitar as emissões deste gás para a atmosfera. Com o avanço das tecnologias de sequestro químico e bioquímico, no entanto, estas podem assumir parcial ou completamente o mercado de sequestro de CO2.