EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
English Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Atenção: Os candidatos selecionados no Processo Seletivo MP 2019/1 devem usar os mesmos CPF e Senha da inscrição no Processo Seletivo. Caso tenha esquecido, peça "Lembrar Senha" na tarja azul clara no topo desta tela. Só precisa preencher a opção Registro de Matrícula, subopções Dados Pessoais, Contato e Documentação
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Offshore Processing of CO2 Rich Natural Gas with Supersonic Separator
  23. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  24. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  25. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  26. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  27. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  28. Potencialidades do Cajueiro
  29. Processos Inorgânicos
  30. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  31. Reúso de Água em Processos Químicos
  32. Setores da Indústria Química Orgânica
  33. Technology Roadmap
  34. Tecnologia do Hidrogênio
  35. Tecnologia Enzimática
  36. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  37. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  38. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2009

Avaliação de Processos de Separação por Membranas para Geração de Águas de Reúso em um Centro Comercial

Autor: Ivy Lago Barbosa
Orientadoras: Juacyara Carbonelli Campos e Lídia Yokoyama

Resumo

Os processos de separação por membranas vêm ganhando uma maior importância no campo do tratamento de efluentes com o objetivo de se obter águas com qualidade de reúso.

Este trabalho tem como objetivo geral a avaliação da aplicação de processos de separação por membranas no tratamento terciário do efluente de saída do processo de lodos ativados da ETE de um centro comercial da cidade do Rio de Janeiro, com o propósito de adequá-lo ao reúso. Para isso, foram avaliados os processos de microfiltração, ultrafiltração, nanofiltração e osmose inversa.

As membranas de microfiltração e ultrafiltração eram de fibra oca (0,5 um e 50 kDa, respectivamente) e as de nanofiltração e osmose inversa eram planas (25-40% retenção Na2SO4 e 99,5% retenção Na2SO4, respectivamente). Foram avaliados em cada processo a qualidade do permeado obtido, o perfil do fluxo de permeado com o tempo e lavagem das membranas (com solução de hipoclorito de sódio).

Os resultados indicaram que os permeados dos processos de micro e ultrafiltração podem ser reutilizados em descargas em vasos sanitários. Por outro lado, se o permeado da nanofiltração fosse submetido a uma cloração, para manter o cloro residual, ele poderia ser reutilizado em lavagem de pisos, calçadas e irrigação de jardins, manutenção de lagos e canais paisagísticos, lavagem de carros e outros usos com contato direto com o usuário.

A qualidade do permeado obtido no processo de osmose inversa é adequado para reúso em sistemas semi-abertos de resfriamento. As análises bacteriológicas promoveram uma redução aproximada de 100%, confirmando que os processos são eficazes na remoção de microrganismos. Foi observado em todos os ensaios, uma recuperação de 96% de permeado e um fator de concentração de 25 vezes. Os procedimentos de limpeza atingiram 66% a 81% de recuperação do fluxo.