TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos TPQB - Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ TPQB - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Atenção: Os novos alunos de Mestrado Acadêmico já podem completar seus dados. Pedimos aos outros que aguardem mais um pouco. (07/12/2016 15:50)
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2009

Avaliação de Processos de Separação por Membranas para Geração de Águas de Reúso em um Centro Comercial

Autor: Ivy Lago Barbosa
Orientadoras: Juacyara Carbonelli Campos e Lídia Yokoyama

Resumo

Os processos de separação por membranas vêm ganhando uma maior importância no campo do tratamento de efluentes com o objetivo de se obter águas com qualidade de reúso.

Este trabalho tem como objetivo geral a avaliação da aplicação de processos de separação por membranas no tratamento terciário do efluente de saída do processo de lodos ativados da ETE de um centro comercial da cidade do Rio de Janeiro, com o propósito de adequá-lo ao reúso. Para isso, foram avaliados os processos de microfiltração, ultrafiltração, nanofiltração e osmose inversa.

As membranas de microfiltração e ultrafiltração eram de fibra oca (0,5 um e 50 kDa, respectivamente) e as de nanofiltração e osmose inversa eram planas (25-40% retenção Na2SO4 e 99,5% retenção Na2SO4, respectivamente). Foram avaliados em cada processo a qualidade do permeado obtido, o perfil do fluxo de permeado com o tempo e lavagem das membranas (com solução de hipoclorito de sódio).

Os resultados indicaram que os permeados dos processos de micro e ultrafiltração podem ser reutilizados em descargas em vasos sanitários. Por outro lado, se o permeado da nanofiltração fosse submetido a uma cloração, para manter o cloro residual, ele poderia ser reutilizado em lavagem de pisos, calçadas e irrigação de jardins, manutenção de lagos e canais paisagísticos, lavagem de carros e outros usos com contato direto com o usuário.

A qualidade do permeado obtido no processo de osmose inversa é adequado para reúso em sistemas semi-abertos de resfriamento. As análises bacteriológicas promoveram uma redução aproximada de 100%, confirmando que os processos são eficazes na remoção de microrganismos. Foi observado em todos os ensaios, uma recuperação de 96% de permeado e um fator de concentração de 25 vezes. Os procedimentos de limpeza atingiram 66% a 81% de recuperação do fluxo.